27/06/2014

Divergente - livro

  Divergente é o primeiro livro da trilogia (divergente, insurgente e convergente). Quando eu olhei o filme me apaixonei, mas digo com todas as letras que eu AMEI o livro. É inteligente, meigo e ao mesmo tempo cativante sem ser piegas.
  Os personagens são uma boa mistura, cada um se completa e a autora Verinica Roth construiu muito bem a historia. A personagem principal Beatrice/Tris é forte e ao mesmo tempo meiga, fica dividida em que facção realmente pertence, mas no final descobre o que realmente importa (leia o livro se quer saber haahah) já Quatro/Tobias faz par romântico com a mocinha, e meu deus ele sim nos cativa com seu jeitão duro no incio mas que acaba se revelando o cara que sempre está disposto a fazer tudo pela amada.
  Eu realmente amei a historia e estou louca para ler os próximos livros e tenho certeza de que quem gosto de romance/aventura/ficção vai se identificar com o livro.
sinopse fornecida pelo Skoob
   Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.
   A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é.
   E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive